.mais sobre mim
.Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

13
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. NOVO SITE!

. News 12.05.07

. NEWS 11.05.07

. NEWS 10.05.07

. NEWS 08.05.07

. NEWS 07.05.07

. News 06.05.07

. NEWS 05.05.07

. NEWS 04.05.07

. NEWS 03.05.07

.arquivos

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. news abril 07

. news fevereiro 07

. news janeiro 07

. news maio 07

. news março 2007

. todas as tags

.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds
Segunda-feira, 5 de Fevereiro de 2007
INTREVISTA AO BILL!

Olá, fica aqui uma intervista escrita ao Bill!!

                 "Sim eu quero fazer isso"

Bill kaulitz do Tokio Hotel irá agora para filmes? No filme de aventura animado "arthur", que ja teve mais de 6 milhoes de telespectadores na frança, ele experimente fazer a drobagem do personagem principal.

1Live: Você foi para o estúdio, não para gravar um disco, mas sim para emprestar sua voz ao Arthur.

Como você chegou a esse ponto?

 

Bill: Eu tive muitas propostas, e eu não sabia de jeito nenhum se poderia fazer isso. Além disso eu odeio me ouvir. E eu não estava nem um pouco certo se queria isso. Mas então eu ouvi o projecto de Luc Besson e logo pensei 'Uau, um filme do Regisseur, que fez o filme O Quinto Elemento. Isso será provavelmente um filme maravilhoso. Então logo vi a personagem, esses Minimoys e tal, era algo completamente diferente, novo, então essa mistura...

 

1Live: Você quer dizer de realidade e filme de animação?

 

Bill: Sim, começa praticamente em um filme normal, então as personagens de repente se transforma em figuras da fantasia. Arthur, que eu faço, é um menino de 12 anos, que imerge para o mundo dos Minimoys. E ele mesmo vira uma coisa pequena. Eu acho que fui convencido assim que vi como a personagem era. Do nada eu disse 'Sim'.

 

1Live: Como foi, o que te entusiasmou par fazer Arthur?

 

Bill: Eu o vi e pensei, ele esconde alguma coisa. Ele quer conseguir algo. E nisso tem certa composição comigo. Quando eu começo algo, então eu quero conseguir. E Arthur quer isso também. Quando me contaram e eu ouvi a história, que ele queria isso tudo, e quais ideias ele tinha, pensei: Sim eu quero fazer isso.

 

1Live: O que mais te tocou no filme?

 

Bill: Eu acho sempre legal quando as coisas são criativas. Existem muitos filmes com personagens engraçados, mas nesse filme eles são únicos. Você os reconhece assim que os vê de novo. Só os olhos grandes, os narizes e as sardas eu achei bem interessante, isso me tocou e eu soube imediatamente, que eu queria fazer isso. E as imagens dos filmes que apareciam, essa fantasia e e os pensamentos inocentes, eu por exemplo durmo com a princesa e o irmao dela numa flor. Quer dizer, como isso é louco, se alguém poderia durmir numa flor. EU gosto quando alguém inventa coisas que na verdade nao acontecem, mas que essa pessoa desejaria para si.

 

1Live: Entao você descobriu que do lado do seu amor à música existe algo para os cinemas?

 

Bill: Bem provável. Eu acho bom que estou numa fase em que posso provar tudo. E eu aproveito isso bastante. Eu quero só tentar e nao dizer "Nao" pra tudo. Assim como no filme agora. Ele me entusiasmou e eu pensei: "Ok, eu vou tentar isso de dublagem, nao tenho nada a perder. Vamos ver se me divirto fazendo isso.

 

1Live: Você poderia se imaginar atuando na frente da câmera como ator mesmo?

 

Bill: Seria a mesma coisa com um filme. Se alguém tiver uma idéia legal e fizer uma proposta, porque ele gostaria que eu fizesse, entao eu veria. E se o Livro/texto me "afetasse" de algum modo entao eu tentaria e diria "sim".

 

1Live: Que tipo de filme seria?

 

Bill: Ah, eu nao sei, eu sou muito ruim nesse assunto sobre idéia de Filme. Também sou muito ruim em lembrar de filmes. Eu acho que é o primeiro momento que conta. A primeira leitura do Livro/texto, as primeiras imagens que você vê, se isso te toca e provoca um serto sentimento, entao é um bom sinal.

 

1Live: Você tem um filme favorito?

 

Bill: Tenho que dizer que meu filme favorito é "O labirinto" com David Bowie. É um filme muito muito velho mas que eu amo.

 

1Live: Eu já pensei muitas vezes, que o seu penteado parece muito com o da Nena nos anos 80. Só agora eu soube que esse foi um complemendo ótimo ...

 

Bill: Sim, eu sou absolutamente Nena-Fan. E eu achei ótimo trabalhar pela primeira vez com ela. Eu também estava ansioso, nao só porque eu sou Fan, mas por tudo, porque eu nunca tinha dublado nada. Foi completamente novo pra mim. A Nena tinha muito mais experiência e estava completamente relaxada quando chegou no estúdio. Algumas coisas eu pude imitar.

 

1Live: E vocês se ligam entre o penteado e esse filme a uma terceira coisa...

 

Bill: exatamente, o 1Live Krone. A Nena esteve lá, foi e marcou sua carreira. Nos estamos muito orgulhosos dos nossos "Krone's". Nós só recebemos faz umas semanas como Melhor Live Act, é um prêmio importante pra nós e nos alegramos cada vez mas e os trocamos em turnos. Todos podem tê-lo em casa.

 

1Live: Voltando à sua experiência de dublagem. O que foi mais complicado para você?

 

Bill: Você nao pode trabalhar com movimentos, mímica ou gestos, você tem que dar as emoçoes ao personagem só com sua voz. Isso eu acho bem difícil.

 

1Live: Foi mais difícil fazer a passagem de texto ou os sons?

 

Bill: Você tem a impressao de que o filme inteiro é se resume só de gritos assustadores de suspiros, porque você tem que estar firme. E isso nao foi fácil. Eu acho que as emoçoes sao o mais difícil. Você tem que entrar nesse mundo por completo, têm que se encaixar por completo na história, realmente nao foi fácil no começo. E eu estou realmente agradecido que Arthur nao tem que chorar no filme. Eu acho que eu nao conseguiria chorar de jeito nenhum. Mesmo assim eu nao estou certo se consegui fazer as outras coisas, eu só assistirei o filme na premiere, mas eu estou otimista.

 

                                          Umas fotinhas:

 

             Bill Kaulitz, Rechte: dpa Bill Kaulitz mit Fans, Rechte: dpa 

             Bill Kaulitz und Luc Besson, Rechte: dpa Bill Kaulitz, Rechte: dpa

P.S. -> Esta intervista foi encontrada aqui:

http://www.einslive.de/magazin/interviews/2007/bill_kaulitz.jsp,

Obrigado a Sâmia pela tradição!!! (http://tokiohotel.blogger.com.br)

 



publicado por Bilisa às 20:09
link do post | comentar | favorito
|

.links